O traçado da ferrovia

Da assessoria de imprensa do deputado Elton Welter

 

ANTT divulga relação de municípios por onde passará ferrovia Maracaju/Lapa 

25 cidades paranaenses foram incluídas no programa logístico do governo federal

 

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) emitiu na última semana uma Nota Técnica Conjunta e a encaminhou a Superintendência de Infraestrutura e Serviços de Transporte Ferroviário de Cargas – SUFER, repassando informações sobre o Programa de Investimentos em Logística – PIL, lançado pelo governo Federal, com o objetivo de ampliar a escala dos investimentos públicos e privados em infraestrutura rodoviária, ferroviária, hidroviária, portuária e aeroportuária.

Cópia deste documento foi encaminhada ao deputado Elton Welter que vem acompanhando o trâmite do processo, principalmente devido ao seu traçado que atravessa o Paraná e que, com sua conclusão, trará inúmeros benefícios para os municípios do Estado.

Welter explicou que o “o Programa do governo federal fixa diretrizes para que aconteça de fato uma integração nos transportes estabelecendo um sistema de infraestrutura na área de transportes moderna e eficiente. Isso é muito importante, pois promoverá uma competitividade muito maior ao país e irá fomentar o desenvolvimento econômico e social” explicou.

O programa federal tem entre vários objetivos expandir e resgatar o modal ferroviário como alternativa logística, reduzindo fretes.

Os estudos técnicos foram elaborados pelo Ministério dos Transportes, pela Secretaria de Fomento para Ações de Transportes, pela Empresa de Planejamento e Logística S.A. e a Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A.

O traçado da ferrovia terá a extensão de 989 km passando por 33 municípios, sendo 8 do Mato Grosso do Sul e 25 no Paraná.

Em Mato Grosso do Sul, a ferrovia passará pelos municípios de Maracaju, Dourados, Itaporã, Caarapó, Amambaí, Iguatemi, Eldorado e Mundo Novo.

Aqui no Paraná sete cidades estão na Região Oeste: Guaíra, Terra Roxa, Nova Santa Rosa, Maripá, Toledo, Cascavel, Tupãssi. 10 cidades estão na região do Cantuquiriguaçu: Catanduvas, Ibema, Guaraniaçu, Nova Laranjeiras, Campo Bonito, Laranjeiras do Sul, Cantagalo, Marquinho, Candói e Goioxim. Na região Centro Sul quatro municípios estão no traçado: Irati, Guarapuava, Fernandes Pinheiro e Inácio Martins. Nos Campos Gerais em Palmeira e Porto Amazonas e concluindo a rede no Paraná a ferrovia passa por Balsa Nova chegando ao seu ponto final na Lapa, municípios da Região Metropolitana de Curitiba.

Welter informou que “as informações que nos foram repassadas quanto ao traçado, que é definitivo, aponta que serão obras com números impressionantes como a transposição de rios onde haverá a necessidade de construção de pontes e viadutos que somam 295 pontos onde serão construídas obras de arte especiais num total de 18.564 metros de extensão, além disso existe a previsão da construção de 10 túneis com extensão total de 8.420 metros. É mais um grande investimento federal que irá desatar nós, melhorar o tráfego de veículos pesados e incrementar o comércio local. Tudo isso gerando empregos e renda para os moradores do Paraná” concluiu.

O documento encaminhando ao deputado, foi assinado pelos especialistas em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres Clauber Santos Campello e Emidio Adonias Santana Mota da ANTT.

A Valec executará as políticas públicas para o transporte ferroviário e o programa passa pela fase de estudos técnicos para definição do seu cronograma.

Comente !

Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios*